Gatilhos mentais para vendas

Gatilhos mentais para vendas

Algo bastante comum e que faz parte do dia a dia de praticamente nós todos são os gatilhos mentais para vendas. 

Basta fazer uma breve análise acerca do seu dia a dia e perceberá que a todo momento, existe algum anúncio convidando os leitores para conhecer determinado produto, comprar um curso, participar de algo, entre outros. 

No entanto, caso os gatilhos mentais não existissem, é bastante provável que o esgotamento mental aconteceria com mais frequência em praticamente todos nós. 

No entanto, se você quer realmente entender como funciona e porque eles são considerados ferramentas tão poderosas, antes de tudo é preciso saber como a mente do ser humano funciona.

De forma simples, podemos dizer que, como forma de economizar energia, o nosso cérebro adota um sistema conhecido como “mínimo esforço”. 

Logo, ele dará preferência a ações que gastam menos energia que as demais. Isso se aplica às escolhas do dia a dia a partir dos gatilhos mentais, quando somos influenciados inconscientemente a comprar determinados produtos. 

A seguir, falaremos um pouco mais sobre esses gatilhos e como eles nos influenciam, portanto, para ficar por dentro deste assunto, continue lendo o texto abaixo.

Veja também: Como trabalhar com marketing digital.

O que são gatilhos mentais?

Assim como o nome já adianta, os gatilhos mentais são argumentos capazes de trazer um estímulo para o cérebro da pessoa receptora de uma mensagem, de modo a fazer com que ela reaja de uma forma esperada. 

Para ilustrar, você pode criar um gatilho mental capaz de fazer com que uma pessoa compre um determinado produto a partir dele. Portanto, é uma forma de influenciar os ouvintes da sua mensagem. Se você trabalha com vendas, explorar esses gatilhos pode ser uma excelente opção para fazer com que os visitantes se tornem compradores.

No entanto, é necessário ter cautela na hora de utilizar esses gatilhos mentais. Isso porque eles devem ser aplicados com ética e jamais devem ser explorados de forma a enganar os ouvintes. 

O principal objetivo por trás de um gatilho mental é fazer com que o ouvinte se interesse por um determinado produto que atenda às suas necessidades. 

Porém, se esse produto não atender essas necessidades, você não deve utilizar esses gatilhos apenas para conseguir vendê-lo. Uma boa dica é aliar gatilhos mentais ao headline para melhorar ainda mais as vendas.

Como um gatilho mental funciona?

Para entender como funciona um gatilho mental, você deve ter em mente que qualquer decisão que tomamos, primeiramente passa pelo subconsciente, de modo a permitir que o cérebro saiba que ela é a escolha correta a se fazer. 

Caso isso não acontecesse, o nosso cérebro seria sobrecarregado. Para se ter uma ideia, imagine que fosse necessário pensar sobre todos os detalhes para enfim tomar uma decisão. Isso demandaria muito tempo e muito esforço por parte do nosso cérebro, fazendo com que ele ficasse sobrecarregado facilmente.

Dessa forma, como já dissemos anteriormente, ele utiliza os gatilhos mentais para minimizar o esforço desempenhado na tomada de decisão. Esses gatilhos criam uma espécie de filtro, de modo a identificar o que é certo e o que é errado automaticamente na hora de tomar uma decisão. 

Eles são criados a partir de experiências do nosso dia a dia, capazes de validar todas as nossas escolhas. Logo, grande parte das nossas decisões se darão a partir desses gatilhos. É justamente por isso que explorá-los corretamente pode aumentar de forma significativa suas vendas.

Melhores gatilhos mentais para aumentar as suas vendas

Abaixo, separamos os melhores gatilhos mentais capazes de ativar o pensamento rápido das pessoas, são eles:

Gatilho de urgência e escassez

Este gatilho está diretamente relacionado ao valor que as coisas difíceis de conseguir possuem. 

Nesse caso, você deve demonstrar que o seu serviço ou produto oferecido é exclusivo somente consegue atender uma determinada quantia de pessoas. Com isso, você estará estimulando o processo de decisão de possíveis clientes, para eles terem um senso de urgência na hora de comprar o seu produto ou serviço. 

Outra dica interessante para usar o gatilho de escassez é anunciar produtos com o rótulo de queima de estoque. Com isso, os preços estariam imperdíveis e, caso o cliente não compre, perderá a chance. 

É dessa forma que o gatilho de escassez funciona. Trabalhar o emocional dos ouvintes em relação a pouca disponibilidade de um serviço ou produto.

Gatilho de reciprocidade e autoridade

O gatilho de autoridade é uma das melhores opções para conseguir muitos clientes. De forma simples, ele pode ser explicado através de uma pessoa que possui tanto conhecimento em determinado assunto, que sempre que alguém precisa, recorre a esta pessoa. 

A autoridade é um dos principais gatilhos responsáveis pela tomada de decisão. Isso faz com que os clientes tenham certeza de que aquilo que estão adquirindo é realmente a melhor opção.

Já o gatilho da reciprocidade está diretamente ligado ao da autoridade. Isso porque geralmente, as pessoas acreditam que uma pessoa de autoridade está apta a trazer uma solução adequada para o seu problema. 

Sendo assim, ela pensará menos em vender e mais em ajudar. Logo, esse sentimento é repassado entre as demais pessoas, fazendo com que o número de clientes cresça ainda mais.

Gatilho da prova social

O gatilho da prova social está intimamente ligado com a credibilidade que você possui. Isso significa dizer que as soluções que você oferece realmente são capazes de suprir todas as expectativas dos clientes, fazendo com que eles se sintam satisfeitos e repassem essa sensação para outras pessoas que pedirem referências. 

Para fazer isso, você pode divulgar casos de sucesso ou mesmo depoimentos de clientes satisfeitos com o seu negócio. Isso irá facilitar a tomada de decisões dos clientes.

Exemplos de gatilhos mentais

A seguir, separamos alguns exemplos que podem ajudá-lo a vender mais:

  • Ingressos pela metade do preço, somente até as 14h!
  • Compre já o produto X e evite sofrer X problema.
  • Aproveite as últimas unidades do produto X…

Agora que você já sabe o que são gatilhos mentais, como funcionam e como utilizá-los, basta praticar e aumentar as vendas do seu negócio. 

Mas lembre-se de usar esses gatilhos com ética para evitar problemas futuros e não decepcionar os seus clientes.

Compartilhar