Tadalafila: o que é e para que serve Tadalafil [CIALIS]

A cada dia, mais homens apresentam disfunção erétil, pelos mais variados motivos, o que acaba impactando nas suas vidas sexuais. A Tadalafila, também chamado Tadalafil, contém um princípio ativo utilizado no tratamento de problemas de ereção.

Essa molécula provoca uma dilatação dos vasos sanguíneos especificamente no pênis, porém, esse medicamento não é um afrodisíaco.

Se você está passando por esse tipo de problema, continue a leitura e entenda mais como o que é Tadalafila, para que serve Tadalafil, quanto dura o efeito…

O que é Tadalafila ou Tadalafil?

O medicamento Tadalafila, também conhecido por Tadalafil, é indicado para homens no tratamento de problemas de ereção, ou seja, quando um homem não é capaz de atingir ou manter uma ereção suficiente para uma atividade sexual.

É classificado como inibidor reversível, potente e seletivo da fosfodiesterase 5 (PDE5).

Falamos de homens com disfunção erétil quando os problemas duram mais de três meses.

Segundo um estudo, 64% dos homens sexualmente ativos já passaram pelo menos uma vez na vida por problemas de ereção. Entre eles, 28% sofrem regularmente dessas “panes” sexuais.

Os problemas de ereção devem ser levados em consideração a partir do momento em que eles afetam a vida da pessoa.

Voltando ao medicamento, ele favorece o preenchimento do pênis pelo fluxo de sangue e age unicamente quando existe desejo sexual.

Para que serve Tadalafil?

O composto é indicada para o tratamento de disfunção erétil em homens adultos.

Uma estimulação sexual é necessária para que o medicamento seja eficaz.

Também pode ser usado no tratamento dos sintomas de hipertrofia benigna da próstata, caracterizada pelo aumento da frequência urinária, micção intermitente e esforço para urinar. 

Lembrando que não é indicado para mulheres.

Como funciona?

Ao ser administrado por via oral, é absorvida e metabolizada pelo fígado, sendo depois eliminado por meio da urina ou fezes.

Para ficar mais claro como é o mecanismo de ação, é interessante saber que a ereção é decorrente de um processo neurovascular que ocorre por meio do estímulo sexual, promovendo então a liberação do óxido nítrico nas artérias presentes nos corpos cavernosos do pênis.

Por consequência, isso gera um aumento dos níveis intracelulares de GMPc – monofosfato de guanosina cíclico, o que promove o relaxamento muscular e vascular dos corpos cavernosos.

Isso contribui para um maior fluxo sanguíneo em direção ao pênis e sua ereção.

Para evitar que os níveis de GMPc se mantenham sempre altos e a ereção não se prolongue, o GMPc é decomposto pela enzima fosfodiesterase 5.

Assim, como a Tadalafila age como inibidor dessa enzima, proporciona o relaxamento da musculatura e trata o problema de disfunção erétil por aumentar os níveis de GMPc.

Qual a composição de Tadalafila?

A Tadalafila contém uma substância ativa, o tadalafil, que pertence a um grupo de medicamentos chamados inibidores da fosfodiesterase do tipo 5.

Sua composição inclui:

  • Comprimido: lactose monoidratada, croscarmelose de sódio, hidroxipropilcelulose, celulose microcristalina, sulfato sódico de laurila, estearato de magnésio.
  • Revestimento: lactose monoidratada, hipromelose, triacetina, E 171 dióxido de titânio, E 172 óxido de ferro amarelo, E 172 óxido de ferro vermelho, talco.

É importante estar atento a todas essas substâncias para verificar se você não é alérgico a alguma delas.

Como usar?

A Tadalafila deve ser usada via oral e apenas por homens. 

Você deve tomar o comprimido inteiro com um pouco de água, com ou sem alimentos.

A dose inicial recomendada é de 10 mg de Tadalafil, administrada entre 30 minutos e 12 horas antes da relação sexual, mas o médico pode prescrever uma dose de 20 mg se avaliar que a dose inicial é muito fraca para o paciente.

É importante saber que a Tadalafila não age sem estimulação sexual. Você e sua parceira (o) devem investir nas preliminares, exatamente como você fazia antes de tomar medicamentos para problemas de ereção.

A dosagem máxima é de um comprimido por dia.

Em pacientes que desejam um uso mais frequente (pelo menos duas vezes por semana) e se o médico achar conveniente, a dose recomendada é de 5 mg por dia, sempre na mesma hora.

A dose pode ser reduzida para 2,5 mg dependendo da tolerância do indivíduo.

O que fazer em caso de esquecimento?

Como geralmente a Tadalafila é administrada sob demanda, não tem nenhum problema se você se esquecer.

Por outro lado, se você usar o medicamento diariamente, basta tomá-lo assim que se lembrar.

No entanto, jamais tome a dosagem em dobro, isto é, respeite sempre a recomendação diária.

Se você estiver usando o remédio para tratar hiperplasia benigna da próstata, recomenda-se tomar quando se lembrar, mas se o horário da dose seguinte estiver próximo, pule a dose esquecida.

O que não pode é tomar dois comprimidos de uma só vez.

Por quanto tempo dura o efeito?

O efeito do medicamento se manifesta no máximo uma hora após a administração e pode durar ainda 36 horas depois, ao contrário do viagra que é eficaz de 6 a 10 horas.

A ereção é melhorada ou restaurada para 75% dos usuários.

Lembrando novamente que a Tadalafila só promove a ereção se houver estimulação sexual.

Quais os riscos do uso prolongado do Tadalafil?

Esse é um medicamento considerado seguro, porém, só deve ser utilizado sob supervisão médica.

Vale destacar que alguns homens fazem uso da Tadalafila para aumentar a performance, mas essa não é a indicação.

Inclusive, existem relatos de dependência psicológica, ou seja, a ereção só ocorre junto ao uso do medicamento.

Por quanto tempo devo tomar?

A Tadalafila é considerada hoje um dos medicamentos mais eficazes para tratar a impotência, por ser seguro e resolver o problema.

Entretanto, ainda não existem dados que comprovem os efeitos de interromper o tratamento em algum momento.

Por isso, é necessário consultar um médico especialista e fazer o acompanhamento.

Assim, ele pode orientar quanto ao tempo e à dosagem.

Quais são as vantagens e desvantagens?

Uma das maiores vantagens da Tadalafila é proporcionar a melhor qualidade de vida de muitos casais, em razão de relações sexuais mais duradouras e prazerosas.

Outro benefício é a não necessidade de programar uma relação, por conta do seu efeito prolongado.

Por fim, como a medicação está disponível em várias doses, pode ser usada por pacientes diariamente ou quando necessário.

Por exemplo, se você estiver programando uma relação sexual no final de semana, pode usar o fármaco na sexta e no sábado.

Já a desvantagem é sua utilização por homens que não têm problemas de ereção.

Quais os efeitos colaterais da Tadalafila?

Assim como qualquer outro medicamento, a Tadalafila pode provocar efeitos colaterais, mas não ocorrem em todos.

Alguns efeitos são mais frequentes que outros, mas se persistirem, recomenda-se interromper o uso e consultar seu médico:

  • Dor de cabeça;
  • Vermelhidão do rosto;
  • Nariz entupido;
  • Digestão difícil;
  • Dor muscular ou nas costas.

Existem casos mais raros de:

  • Sensação de vertigem;
  • Taquicardia;
  • Palpitação;
  • Náuseas;
  • Vômitos;
  • Azia;
  • Reação alérgica;
  • Dor abdominal;
  • Perda de audição;
  • Perda de visão.

Contraindicações da Tadalafila

A Tadalafila é contraindicada nos seguintes casos:

  • Alergia ao Tadalafil ou outro componente da fórmula;
  • Usar medicamentos que contenham derivados nitratos;
  • Se você teve recentemente um infarto ou AVC;
  • Se você sofre de hipotensão ou hipertensão;
  • Fragilidade cardiovascular em razão do esforço do ato sexual
  • Alteração da visão devido a uma lesão do nervo óptico;
  • Diabetes ou colesterol alto;
  • Leucemia;
  • Mieloma;
  • Qualquer doença que altere o formato do pênis;
  • Intolerância à lactose.

Lembrando que é contra indicado para homens que não têm dificuldade de obtenção e ou manutenção da ereção.

Para que serve cada dosagem – 5 mg, 10 mg, 20 mg?

A Tadalafila está disponível na versão 5 mg, 10 mg e 20 mg. Confira, a seguir, para que serve cada dosagem.

Tadalafil 5 mg

Essa dosagem é a recomendada para uso diário, podendo ser reduzida para 2,5 mg.

O ideal é tomar o medicamento sempre no mesmo horário todos os dias.

Tadalafil 10 mg

Já a Tadalafila 10 mg é para uso antes da relação sexual.

Dependendo do caso, o médico pode aumentar a dosagem para 20 mg ou reduzir para 5 mg.

Você pode ter relações sexuais 30 minutos após tomar o Tadalafil, cujo efeito pode durar até 36 horas.

Tadalafil 20 mg e outros

A Tadalafila 20 mg é a dosagem máxima diária permitida.

O medicamento deve ser tomado antes da relação sexual e pode fazer efeito até 36 horas depois.

Quais cuidados devo ter ao usar?

Antes de usar a Tadalafila, alguns cuidados devem ser tomados, principalmente para avaliar a causa da disfunção erétil.

Além disso, pacientes que apresentem ereções com duração de 4 horas ou mais devem procurar auxílio médico imediatamente.

Se o priapismo não for tratado imediatamente, pode resultar em lesão do tecido peniano e perda permanente da potência.

No caso de pacientes com suspeita de hiperplasia prostática benigna, devem ser examinados para descartar a presença de carcinoma prostático.

Mais adiante, confira todas as contraindicações do medicamento, e nesses casos, deve-se evitar tomar.

Quem tem pressão alta pode tomar Tadalafila?

A hipertensão de modo isolado não configura uma contraindicação ao uso da Tadalafila.

No entanto, não é recomendado fazer uso de medicações sem orientação médica.

Inclusive a Tadalafila possui interações medicamentosas que podem ser letais.

Logo, é essencial se submeter a uma avaliação médica.

Quem tem problema de coração pode tomar o remédio?

Como a atividade sexual exige um maior esforço do coração, e se você tem algum problema cardíaco, é melhor conversar com seu médico antes de tomar.

Assim como no caso de pressão alta, existem interações medicamentosas perigosas, além de contraindicações para alguns problemas de coração.

Por isso, é necessário consultar sempre um profissional de saúde antes de tomar a Tadalafila.

Quais as interações medicamentosas?

Existem alguns medicamentos que não podem ser usados em conjunto com a Tadalafila, pois podem reduzir ou alterar o efeito.

Por isso, é importante informar seu médico se você faz uso dos medicamentos a seguir:

  • Alfa-bloqueadores;
  • Antibióticos;
  • Medicamentos para hipertensão pulmonar;
  • Alfa-agonistas;
  • Antidepressivos;
  • Outros remédios para disfunção erétil;
  • Antiepiléticos;
  • Medicamentos para o coração;
  • Remédios para hepatite e HIV;
  • Antiácidos.

Além desses, a Tadalafila é contraindicada para pacientes que já fazem tratamento com medicamentos à base de nitratos, porque há um risco elevado de hipotensão e até mesmo a morte.

Conclusão

Mesmo a Tadalafila sendo um medicamento seguro e um dos mais eficazes para o tratamento da disfunção erétil, convém consultar um médico antes de tomar.

Isso é o que vai garantir a eficácia e os efeitos que você espera, isto é, ereções mais duradouras e uma vida sexual plena e satisfatória, não apenas para você, mas também para a sua parceira ou parceiro! 

Comentários estão fechados.