Dicas para quem deseja se tornar um nômade digital

Um nômade digital é uma pessoa independente que pode trabalhar de qualquer parte do planeta desde que estejam conectadas à internet.

O estilo de vida nômade está ligado à não ter raízes, isso é,  a liberdade geográfica que a tecnologia hoje permite que muitas pessoas experimentem viver sempre viajando e conhecendo novos lugares.

O estilo de vida nômade digital tornou-se possível por meio de várias inovações, incluindo software de gerenciamento de conteúdo, acesso barato à Internet por Wi-Fi, smartphones e Protocolo de Voz sobre Internet (VoIP) para entrar em contato com clientes e empregadores. 

O que faz um nômade digital?

Os nômades digitais são pessoas que podem fazer praticamente qualquer tipo de trabalho que desejar, desde que a empresa permita o teletrabalho. Isso pode variar da contabilidade à criação de conteúdo e até mesmo aos recursos humanos.

Desde que seja uma profissão que permita o trabalho remoto, esse trabalhador pode atuar em qualquer parte do planeta.

Ou seja, o trabalho não é ser nômade digital,  mas ter uma profissão que não exija estar alocado dentro de um escritório ou fixo em uma cidade.

Hoje, graças à tecnologia, muitas profissionais passaram a ser exercidas digitalmente e com isso quem sempre sonho em viver viajando consegue seguir este estilo de vida mantendo seus empregos no sistema remoto.

Como se tornar um nômade digital?

Encontrar um emprego remoto é a única forma de poder se tornar um viajante. Para isso, você precisa ter uma boa rede que possa apontar a direção certa em relação aos empregos, ou precisa ser super proativo e conversar com pessoas que talvez não conheça para conquistar uma vaga dessas.

Mas não é só isso! Você tem que economizar muito dinheiro antes de sair e se tornar um nômade digital.

Os trabalhos remotos não possuem vínculo empregatício. A qualquer momento o cliente pode cancelar e você ficará sem ganhos.

O ideal é ter mais do que uma fonte de renda para não passar apertos, até porque alimentação, hospedagem e transporte são serviços essenciais que serão custeados 100% pelo profissional.

E não é só isso. Você também deve se preocupar com outras emergências como saúde, contratar seguro viagem, separar um valor para lazer e muito mais.

E por falar em gastos, o nômade digital depende da internet, por isso é importante ter sempre um valor disponível para contratar planos de conexão para se manter online entregando seus trabalhos.

Quem pretende se tornar nômade e passar pelo estado do Paraná, por exemplo, precisa pensar em serviços como o Oi fibra Maringá que é uma das melhores conexões disponíveis na cidade.

Quando for para outro município ou estado, será necessário contratar outros serviços e assim sucessivamente, pois a conexão com a internet passará a ser sua principal preocupação.

Claro que você poderá se aventurar em conhecer destinos remotos sem conexões, mas esses locais serão para os momentos de férias, quando não tiver trabalho para entregar.

A vida de nômade digital exige muito planejamento e viver sempre pensando no dia seguinte, levando o trabalhador a fazer boas escolhas para permanecer com as contas no azul e assim manter a viagem por muito mais tempo.

Comentários estão fechados.