Bonsai e seus significados, história e estilos

É bem provável que você já tenha ouvido falar sobre o bonsai, mas você sabia que essa é uma cultura muito forte e mais profunda do que talvez esteja pensando? A verdade é que há bastante misticismo permeado a esse assunto.

E, no artigo de hoje, você vai saber o que é um bonsai, conhecer um pouco de sua história, tamanhos, características e, claro, também iremos falar sobre alguns dos significados que permeiam essa planta.

Plantas e flores fazem com que o nosso dia fique mais lindo e florido. São tantas as belezas naturais que às vezes até ficamos sem fôlego. Fora isso, quem não gosta de um jardim, parque, floricultura ou arranjo enfeitando a sua casa ou escritório?

Contudo, diante de tantas opções e cores, a verdade é que o bonsai é um dos que mais chama a atenção, haja vista que tem uma simbologia que encanta.

Mas, o que é um bonsai e qual seu significado?

Em suma, bonsai nada mais é do que uma palavra que provém do japonês. Em sua tradução livre, quer dizer algo como “árvore em badeja”.

Ou seja, em outras palavras, trata-se de um arbusto ou uma árvore que tem um tamanho menor, a qual é plantada em um recipiente que tenha pouca profundidade.

Isso quer dizer que ela deve ser produzida por intermédio de um corte, mudas ou pequenas árvores que tenham um certo potencial para que possa se desenvolver.

No entanto, em relação ao seu cultivo, a fim de fazer com que ele continue pequeno, deve ser feito em um processo de confinamento em um vaso com coroa e com a poda de sua raiz.

Trata-se de uma árvore muito resistente, a qual pode durar por muitos anos. No entanto, requer muito amor, paciência, técnica e dedicação.

Não há como negar que essa é uma obra de arte, uma vez que expressa diversos significados tanto para aquele que dá o presente quanto aos que recebem.

Isso porque, dentre seus inúmeros significados, quer dizer respeito e previsão de prosperidade. Mas também quer dizer harmonia, paz, equilíbrio, felicidade, honra e paciência.

A história dessa arte milenar

Segundo os pesquisadores, é bem provável que o bonsai tenha se originado da China, em um período anterior ao século VIII. Durante essa época, chegou o interesse por plantas em miniatura no Japão.

Mas, nesse país, foi apenas com o término do século XVI que se deu início à técnica de trabalhar a forma das árvores. Contudo, apenas no século XVIII que obteve as características que tem hoje. O bonsai pode ter os seguintes tamanhos:

  • Mame, que possui uma média medida inferior a 15 cm;
  • Pequeno, detém entre 15 e 30 cm;
  • Médio, por volta de 30 a 60 cm;
  • Grande, com altura superior a 60 cm.

As formas e estilos de um bonsai

Na natureza, cada árvore tem a sua forma, e com o bonsai não seria diferente. A verdade é que ele copia e reproduz essas formas de maneira natural, o qual obedece vários estilos. Entre eles, podemos citar:

Chokan

Trata-se de um estilo mais formal, ereto. Nesse caso, possui um tronco mais retilíneo, mas seu tronco afina de forma gradual desde a base até o topo. Em relação a sua ramagem, é mais equilibrada e harmoniosa.

Moyogi

Nesse caso, nada mais é do que o bonsai de estilo ereto informal que, ao contrário do chokan, o tronco da árvore é tortuoso.

À medida que ele se desenvolve para a coroa, começa a inclinar mais em uma determinada direção. Fora isso, a planta sugere um movimento com muita leveza e graça.

Shakan

Ele é inclinado, onde o tronco pode ser linear ou conter uma pequena sinuosidade, com uma inclinação predominando para um determinado sentido.

Kengai

Nesse caso, o bonsai ultrapassa a lateral do vaso e se curva para baixo, onde está a base do recipiente. Ou seja, sugere uma cascata.

Han-kengai

Na verdade, é bem parecida com o kengai. A grande diferença está apenas no fato de que a planta não segue em direção para a base do vaso.

Fukinagashi

Nada mais é do que um bonsai com uma armadura e o tronco mais inclinado, como se fosse uma obra do vento. Em vista disso, também é chamado de “varrido pelo vento”.

Comentários estão fechados.