O que é preciso para ser vistoriador de imóveis?

Assim, o comprador ou o vendedor pode saber exatamente quanto está valendo aquele imóvel e os principais pontos de atenção que se deve ter com ele.

O profissional é extremamente apto e capacitado em fazer avaliações precisas, cujo uma pessoa comum não conseguiria determinar os pontos a serem observados.

Quer saber como entrar pra profissão? Então continue lendo este conteúdo.

O que é preciso para ser vistoriador de imóveis?

O setor imobiliário é uma área no qual sempre está em movimento, ainda que ele não seja grande, sempre há alguém comprando ou vendendo um imóvel.

Por isso, as imobiliárias cada vez mais precisam de profissionais preparados para que as demandas sejam atendidas e os clientes se sintam satisfeitos.

Um dos principais fatores para que isso aconteça é ser vistoriador de imóveis. Esse profissional precisa estar atento aos detalhes que estão à sua frente.

Esse é um hábito que vai sendo aprimorado de acordo com o tempo de profissão. Porém, essa já precisa ser uma característica pessoal desse profissional para que ele possa ter um desempenho ainda melhor em seu trabalho.

O vistoriador analisará todos os cantos dos imóveis e fará com que detalhes não passem despercebidos. Rachaduras, manchas, riscos, tudo isso deve entrar no laudo desse profissional.

O olhar atento do vistoriador é que garantirá que aquele imóvel não irá gerar prejuízos ao proprietário em um processo de rescisão de contrato de aluguel, por exemplo. Para se tornar vistoriador, o indivíduo precisa de:

Conhecimento técnico

Um vistoriador que trabalhe com excelência, precisa ter bastante conhecimento técnico sobre sua profissão. Isso fará com que ele tenha segurança e profissionalismo na hora de realizar uma vistoria.

Para complementar seu conhecimento, é crucial que o vistoriador tenha noções sobre instalações hidráulicas e elétricas para que possa formar uma avaliação completa.

Organização

Outra característica importante de se ter é a organização. Isso porque a rotina do profissional pode ser agitada, por isso, é necessário que ele a organize para que suas demandas não sejam atrapalhadas por outras.

O vistoriador tem que planejar com detalhes suas atividades para que a chance de erros seja diminuída.

Dominar tecnologias

O vistoriador deve fazer uso das tecnologias para que seu trabalho seja agilizado. Sendo assim, ele precisa ficar atento sobre as novidades do mercado e as tecnologias que podem facilitar o seu dia a dia.

Existem muitos aplicativos e programas que fazem com que o trabalho de vistoria seja o mais completo possível.

Capacitação

É extremamente necessário que o profissional tente se capacitar e se atualizar sobre seu ramo. Assim, o mesmo se encontra pronto e apto para enfrentar os desafios que o mercado oferece.

Sempre que possível, o vistoriador deve fazer cursos, workshops e participar de palestras importantes para seu crescimento pessoal.

O que faz com que a vistoria seja credibilidade?

Enquanto o vistoriador faz suas observações, ele vai reunir todas elas em um laudo, que é o que comprova tudo o que foi visto no imóvel sobre sua conservação.

Esse documento é entregue então no momento em que o dono do imóvel recebe as chaves do local. O documento garante que o locatário em caso de encerramento de contrato, deve entregar ao locador, o imóvel do jeito que estava especificado no documento.

Uma boa vistoria considera diversos pontos, como a estrutura e o bom funcionamento do imóvel. A análise então deve ser realizada partindo de como o imóvel estava antes de ser alugado e o que ocorreu durante a ocupação do inquilino.

Dentre os itens em questão, podemos ver análises sobre:

  • Peças, esquadrias, componentes de alumínio e madeira;
  • Instalação elétrica;
  • Instalação hidráulica;
  • Cerâmica;
  • Contrapiso;
  • Pintura;
  • Garagem;
  • Nivelamento;
  • Vidros;
  • Dentre outros;

Em caso de ambiente mobiliado, a mobília também entra em avaliação pois faz parte do imóvel. No documento em questão, deve-se conter os termos de responsabilidade que precisam ser assinados pela imobiliária e pelo proprietário.

Deve-se constar também alguns itens que estão na lei do inquilino e que garantem o dever por parte de quem está alugando o imóvel.

Por fim, agora você já sabe o que fazer e o que é preciso para realizar a vistoria de imóveis, já pode começar a procurar por locais que ofereçam o curso de capacitação para que você se aperfeiçoe no trabalho e saiba todos os pontos a se atentar.

Entrar para este ramo não é difícil e o salário de um vistoriador é bem satisfatório. Então se você tem interesse em conhecer melhor o ramo, a hora é agora! Não perca mais tempo.

Gostou deste conteúdo? Então deixe aqui seu comentário e compartilhe-o com mais pessoas.

Comentários estão fechados.