Dicas para criar um jardim vertical no seu apartamento

Você sonha em ter na sua casa um jardim vertical, mas como mora em apartamento, acha que é um projeto impossível?

Então saiba que é super possível! Você pode cultivar várias espécies de plantas, ervas aromáticas e até alguns legumes.

Antes de te passar as dicas para criar o seu muro verde, saiba que os benefícios do jardim vertical não se limitam apenas à parte estética.

Eles proporcionam maior conforto térmico, isolamento acústico, diminuem a temperatura do ambiente, além de aumentar a umidade do ambiente e favorecer para uma melhor qualidade do ar.

E sem falar que o ambiente fica com muito mais energia!

O que acha da ideia de aprender a como montar um jardim vertical na sua casa? Então continue aqui e aprenda tudo de uma maneira fácil e simples!

O que é um jardim vertical?

Como o nome já sugere, é uma estrutura de plantas com a capacidade de cobrir e adaptar-se a superfícies verticais.

Ou seja, é um jardim fixado no sentido vertical em muros, paredes, ou suspenso por suportes instalados na vertical.

Talvez você já tenha visto uma parede verde na fachada de um prédio, de um shopping, e realmente é uma verdadeira obra de arte.

Mas você também pode criar painéis verdes com plantas das mais variadas espécies ou plantas em suportes espaçados, e é muito mais fácil que pode imaginar!

Dicas para criar um jardim vertical no seu apartamento

Para te ajudar, preparamos um passo a passo, porque assim vai ficar mais fácil de colocar tudo em prática:

#1 Analisar o local

A primeira coisa a fazer é analisar o local onde o jardim vertical vai ser instalado.

É importante observar a iluminação natural, já que isso vai influenciar nos tipos de plantas que você vai escolher.

Um outro ponto é verificar a parede, pois algumas talvez precisem de acabamento, inclusive o jardim vertical se adapta muito bem em paredes de madeira.

E no caso de você optar por um sistema de irrigação automatizado, é necessário ter um ponto de água e elétrica.

Por fim, é super importante observar se há para onde escoar o excesso de água, principalmente para evitar molhar e estragar o piso.

Mas se a sua ideia é ter um jardim vertical na varanda, vale a pena prestar atenção quanto ao excesso de insolação, porque muitas plantas não suportam o sol direto.

Por fim, é importante considerar a carga que a parede que você escolheu pode aguentar, afinal, além da planta, tem a terra, e quando é regada, fica ainda mais pesada.

#2 Instalação

Depois que escolheu a parede do seu painel verde, é necessário proteger a parede com um impermeabilizante, que geralmente é o Neutrol, que além de impermeabilizar, deixa o fundo preto, criando uma ilusão de ótica.

Você também pode proteger a parede usando uma moldura de madeira, por exemplo, caibros de pinus, que é uma madeira bem resistente, mas que precisa ser envernizada.

Dessa forma, você pode criar uma moldura como se fosse um quadro.

Outra dica é usar uma lona plástica, no caso de não usar o Neutrol, que vai ser fixada na moldura da parede, com a ajuda de grampos. Você encontra essas lonas em lojas de material de construção.

Por fim, instale uma tela metálica, preferencialmente, uma tela verde de 0,5 polegadas. O ideal é que seja pintada com tinta automotiva, ficando assim mais resistente à umidade.

#3 Escolha de plantas e vasos

Em espaços pequenos, a dica é escolher plantas com raízes mais superficiais, como trepadeiras e cactos.

Se você quer usar seu jardim vertical como uma divisória de ambientes, uma ideia é usar uma treliça (do chão ao teto), e assim, as trepadeiras podem subir.

Para um jardim colorido, a dica é escolher plantas e flores de diferentes tonalidades: violetas, bromélias, jiboias, azaleias, suculentas, gérberas e antúrios, todas essas plantas se adaptam muito bem aos apartamentos.

Você pode criar um jardim vertical usando vasos fixados em um quadro na parede, apoiados em nichos e prateleiras ou presos ao teto com algo tipo de corda.

Se você quiser, pode aproveitar vidros ou latas de alimentos, ou até garrafas pet para colocar suas plantas.

Uma outra ideia são as placas de coco que já vêm com vasos, que podem ser instaladas na tela ou alambrado.

Uma última dica é optar por vasos meia-cuia, que se adaptam bem às paredes por terem um dos lados reto e indicados para plantas pendentes, como samambaias.

#4 Construção

Primeiramente, certifique-se que os vasos tenham capacidade para escoar a água quando as plantas forem regadas.

Para isso, é necessário fazer uma base e camadas de cacos de telha, brita e areia grossa, e claro, terra adubada.

Depois de toda estrutura montada, você vai amarrar os vasos na tela metálica, deixando as plantas ligeiramente inclinadas, pois isso faz com que recebam mais luz e ajuda no momento de regar.

Quais plantas escolher para jardim vertical em apartamento?

Na verdade, você pode escolher qualquer tipo de planta, sendo que a escolha vai depender da iluminação que a vegetação vai receber, do tipo de plantio e sistema de irrigação.

O mais importante que você precisa prestar atenção é que as raízes precisam de espaço para se desenvolver.

Se você está pensando em montar o jardim vertical perto da cozinha ou área gourmet, uma boa ideia é cultivar espécies comestíveis, como manjericão, salsa, hortelã, alecrim, pimenta, tomilho…

As suculentas também caem muito bem, e com uma vantagem, não precisam ser irrigadas com frequência e se adaptam bem à meia sombra.

Outras plantas que podem ser cultivadas em apartamento são as samambaias, bromélias, sapatinho de judia e ripsalis.

O ideal é no momento de comprar as plantas, perguntar a um jardineiro ou na loja, quais plantas são mais indicadas para apartamento.

Como fazer a manutenção do seu jardim vertical?

Pronto, você tem agora um jardim vertical no seu apartamento, mas como fazer a manutenção?

Com o tempo, é claro que as plantas vão crescer e outras podem até morrer, e isso é algo normal, mesmo que você seja um expert em jardinagem.

A manutenção é importante para ter sempre plantas bonitas, até mesmo pensando na possibilidade de uma crescer e fazer sombra na de baixo.

Lembre-se que, mesmo que

Lembre-se que, mesmo que o painel verde receba bastante sol, essa luz só atinge as plantas de cima e as colocadas nas laterais.

Portanto, se você notar que as folhas estão ficando amarelas, talvez esteja recebendo muito sol, e a dica é mudar de posição.

Agora, não é porque uma planta esteja feia que você deve jogar fora. Aproveite e faça mudas. Basta cortar as ponteiras e espete em vasos com substrato para mudas, e em algumas semanas, você terá uma linda planta.

E se você perceber que algumas plantas estão crescendo de forma desordenada, pode podar.

Enfim, não existem muitas regras, mas é essencial não descuidar das regas e adubação, e lembre-se de regar antes de adubar!

Seguindo todas essas dicas, com certeza, você terá uma verdadeira obra de arte na sua casa.

Se você não quiser gastar muito, aproveite potes que não usa mais, ou até usar uma escada velha e transformá-la em um lindo jardim vertical.

Esse que é o grande diferencial dos painéis verdes: tudo pode ser reaproveitado para criar um ambiente com mais vida e energia!

Comentários estão fechados.

Você não pode imprimir o conteúdo deste site.