Estante: como escolher o modelo ideal para seu novo imóvel?

Depois de encontrar o imóvel ideal junto à imobiliária, é importante cuidar de outras etapas, como a escolha da decoração. Afinal, ela é responsável por levar a personalidade dos moradores aos ambientes, além de torná-los mais aconchegantes, confortáveis e bonitos, o que influencia diretamente na qualidade de vida. 

As estantes são elementos curinga e podem ser utilizadas em diferentes ambientes, como sala, cozinha, quarto, banheiro, etc. Elas são ideais para armazenar livros, objetos decorativos, plantas e o que mais desejar, mas sempre tendo cuidado para não as confundir com armários e tornar o ambiente bagunçado. Nesse sentido, é importante escolher o modelo mais adequado de acordo com o estilo de decoração, gosto pessoal e funcionalidade. Mas, se você não sabe como fazer isso, continue acompanhando o post de hoje e veja como escolher a estante ideal para sua nova casa

Modelo pronto ou sob medida?

É fato que peças prontas têm seu valor devido à rapidez da instalação e preço, quase sempre mais atraente. Por outro lado, optar por encomendar sua estante irá garantir melhor aproveitamento do espaço e possibilidade de personalização. Em casas térreas, por exemplo, o peso de modelos de concreto e alvenaria não costumam ser problema. No entanto, em apartamentos, a sobrecarga precisa ser calculada. 

Tamanho

Para ambientes com poucas paredes, estantes mais baixas e compridas são excelentes, pois combinam com o espaço e conferem modernidade. Além disso, se desejar, as com cores diferentes também promovem um ar diferenciado, sendo que modelos coloridos têm o poder de deixar o local mais alegre e divertido. 

Material adequado

As pranchas de madeira de, no mínimo, 25 mm de espessura são as mais indicadas para quem pretende colocar muitos livros e objetos pesados. Além disso, em relação ao nicho, quanto mais largo, maior o risco de a prateleira envergar com o peso. Vale lembrar ainda que as prateleiras de MDF não são as mais resistentes. Inclusive, ao contrário do que pode parecer, estantes construídas nem sempre são mais fortes, a não ser que as prateleiras sejam moldadas sobre tábuas de madeira e armação de ferro. 

Divisão de cômodos

Quando se deseja dividir os cômodos com uma estante, uma boa opção é o modelo vazado, pois não barra a luz e fica visível dos dois lados. No entanto, é importante que ambos tenham bom acabamento, além do fato de os objetos expostos precisarem ser escolhidos com muito cuidado para garantir bom efeito visual. 

Dimensão dos nichos

Como falamos, quanto mais largo for o nicho, mais fácil a prateleira pode entortar com o peso, sendo importante evitar vãos com mais de um metro. Mas, para saber a melhor dimensão, o ideal é fazer uma lista de tudo que será armazenado na estante, tirando todas as medidas e deixando uma sobra de área. Por exemplo, os CDs têm 12 cm de altura, mas o vão precisa ser de 15 cm, pelo menos, pois assim é mais fácil para manuseá-los. Evite ainda prateleiras com profundidade maior que 40 cm, pois podem facilitar a bagunça, além de desperdiçar espaço. 

Iluminação embutida

Uma boa ideia é incluir iluminação embutida, mas é importante escolher lâmpadas de LED, pois não emitem calor e em tons amarelados para deixar o local aconchegante. Fitas de LED também são ótimas, pois promovem um efeito diferenciado. 

Cor ideal

Para espaços pequenos, é recomendado optar por cores claras e padrões amadeirados suaves, além de considerar o equilíbrio com o restante do ambiente e com o que estará exposto do móvel. Se quer evidenciar objetos coloridos, a base deve ser neutra. Mas, se for expor uma coleção especial, nichos escuros com iluminação embutida criam um efeito cinematográfico. 

Acabamento

A laca é um tipo de acabamento com aspecto liso e brilhante, sendo uma das queridinhas do momento. No entanto, é fundamental ter cuidado, pois pode arranhar o lascar com facilidade, além de não permitir emendas. Sendo assim, o laminado melamínico tem ganhado cada vez mais espaço nos projetos, considerado mais prático e acessível economicamente. No entanto, versões amadeiradas não podem ficar expostas ao sol, pois podem manchar. 

Mantenha a organização

Por fim, devemos lembrar que a estante é um local que precisa estar sempre organizado para evitar influenciar negativamente o ambiente. Sendo assim, guarde tudo o que não deve ficar à vista, como documentos, cadernos e outros itens, mantendo à mostra livros, enfeites, vasos, plantas, etc. Além disso, sempre que retirar algo do lugar, devolva-o exatamente onde estava. Dessa forma, você garante que tudo ficará bonito por mais tempo. 
Então, com as dicas do post de hoje temos certeza que você será capaz de escolher sua estante para a casa nova. Lembre-se de avaliar o espaço e, se possível, contar com a ajuda de profissionais especializados, como arquiteto ou designer de interiores. Dessa forma, você garante um projeto personalizado e totalmente adequado ao seu gosto, preferências, necessidades e orçamento.

Comentários estão fechados.